Desvendando a Pinot Grigio, a curiosa uva cinzenta

Também chamada de Pinot Gris, a Pinot Grigio apresenta uma característica um tanto quanto incomum: mesmo tendo a casca escura, origina vinhos brancos de excelência.

Nos últimos tempos, uma casta de uva tem ganhado cada vez mais a atenção dos enófilos, uma variedade bem particular que origina vinhos de ótima qualidade. Estamos falando da Pinot Gris, autóctone da Borgonha e que, especialmente na Alsácia, é considerada uma das mais nobres castas. Esta distinta variedade se enquadra na categoria das uvas de casca escura que produzem vinhos brancos e, justamente por possuir uma característica casca acinzentada, recebeu o nome Pinot Gris, uma vez que gris, em francês, significa cinza.

Uma mutação da Pinot Noir, ela possui diversos nomes ao redor do mundo, sendo identificada como Pinot Gris em boa parte do globo; como Tokay d’Alsace em partes da Alsácia; como Grauburgunder na Alemanha; e Pinot Grigio na Itália.

Para nós, é sua expressão italiana que mais chama a atenção, especialmente por estar sendo altamente procurada por brasileiros, possuindo, inclusive, potencial para se tornar tão famosa quanto uvas brancas já consagradas no paladar tupiniquim, como Chardonnay e Sauvignon Blanc.

No geral, sua coloração pode variar de cinzento-azul a rosado acastanhado, resultando em vinhos de cor dourada intensa. Relativamente macios e refrescantes, os vinhos da Pinot Gris, podem ter elevada graduação alcoólica – dependendo de quão maduras as uvas estão quando colhidas – e certa picância no paladar.

Se sua origem for a Alsácia, na França, é provável que o vinho tenha aromas de limão, pêssego e mel; se for nos Estados Unidos ou Austrália, onde também tem se popularizado, o estilo será frutado e seco; se for na Itália, o vinho tende a possuir notas cítricas e certa salinidade.

Experimente!

Para você experimentar todo frescor que um Pinot Grigio tem a oferecer, separamos alguns dos nossos vinhos mais procurados:

Corbelli Pinot Grigio

O estilo italiano é seco e condimentado. Neste vinho da Sicília, a vinificação inclui contato com a casca de parte do vinho para maior extrato e corpo. Frutas como maçã e pera em boca, com toque de frutas cítricas e floral, estão entre os aromas.

Corbelli Pinot Grigio
Corbelli Pinot Grigio

Due Mari Pinot Grigio Terre Siciliane IGT

Também siciliano, este vinho é fresco e frutado e apresenta aromas de frutas frescas, como maçã e pera, com notas cítricas e final floral.

Due Mari Pinot Grigio Terre Siciliane IGT
Due Mari Pinot Grigio Terre Siciliane IGT

Velante Pinot Grigio DOC Friuli-Venezia Giulia

Italiano da Friuli-Venezia Giulia, apresenta aromas de frutas maduras como maçãs e pêssegos. Em boca, é seco, possui boa acidez, corpo leve e final delicado.

Velante Pinot Grigio DOC Friuli-Venezia Giulia
Velante Pinot Grigio DOC Friuli-Venezia Giulia

Quer mergulhar ainda mais no universo dos vinhos? Acesse o nosso blog!

Compartilhe este post!

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp

Confira mais em

Afinal, espumante também é vinho?

Mesmo entre entusiastas, existe uma confusão muito grande sobre a classificação dos espumantes, mas viemos para finalmente resolver esta questão. Confira!