Vinho e comida: dicas de harmonização

Selecionamos algumas dicas de vinhos para acompanhar pratos do dia a dia, confira!

Carnes de caça, ostras e queijos curados são combinações sugeridas quando o assunto são vinhos. Mas vamos falar a verdade: quem é que come isso no dia a dia? Como a nossa proposta é tornar o vinho parte do cotidiano das pessoas, listamos sete receitas e indicamos vinhos de excelente custo para você acertar na harmonização entre vinho e comida! Experimente e depois conta pra gente se deu certo!

1. Spaghetti à Carbonara

O Spaghetti à Carbonara é uma receita da região do Lazio, onde fica o Estado do Vaticano, no coração de Roma. Na receita original, ovos, parmesão, pecorino, toucinho, pimenta e azeite. Mas a gente sabe que cada um tem o seu segredinho e que mesmo assim fica uma delícia. Para harmonizar, o italiano da Toscana Due Mari Chianti DOG.

2. Pizzas de sabores clássicos  

pizza

Calabresa, portuguesa, margherita ou frango com catupiry provavelmente são algumas das pizzas mais pedidas. Para harmonizar, em geral, opte por um vinho tinto. Escolha um representante de Portugal, fácil de beber, leve e versátil. O ideal é que os taninos estejam bem integrados e macios. O Donna tinto é um exemplar do Alentejo, Sudeste de Portugal, de corpo médio e taninos macios. Vai muito bem com pizzas como calabresa e portuguesa.

3. Lasanha à Bolonhesa  

Massa, carne vermelha, tomate e queijo: basicamente são esses os ingredientes que originam uma bela lasanha à Bolonhesa. Para harmonizar, sugerimos um tinto de aromas frutados, médio corpo, macio e redondo, que ressalta a suculência de cada pedaço da lasanha. Como a receita é italiana vamos de harmonização étnica com o Due Mari Chianti DOCG, um clássico da Toscana.

4. Risoto de frango com cogumelos

risoto

Uma das principais características de um risoto de frango é a cremosidade que o queijo e a manteiga imprimem, além de todos os temperos que você coloca na receita e o cogumelo. Para harmonizar, um espumante seco vai muito bem, pois a acidez da bebida prepara para a próxima garfada. Nossa sugestão é o Messias Bairrada Brut Milésime, um espumante da Bairrada, em Portugal, seco, saboroso e equilibrado.

5. Bife à Parmegiana

Para escoltar essa deliciosa receita, geralmente exagerada no quesito molho de tomate e queijo, a dica é optar por um vinho tinto italiano, de corpo médio e acidez destacada, para equilibrar a gordura e a textura da receita. Experimente o vinho tinto toscano Corbelli Sangiovese, de aromas frutados que lembram cerejas e morangos, com notas de especiarias.

6. Arroz de Forno

Cenoura, milho, ervilha, ovos e muitos temperos verdes. Uma receita de sabores e texturas variadas que pede um vinho branco saboroso, com boa acidez, aromas e sabores de frutas com notas herbáceas. Sirva com o chileno branco Las Condes Varietal Chardonnay, vinho de corpo médio e deliciosa untuosidade.

7. Ragu de carne com polenta

Para harmonizar essa receita de molho substancioso e bem temperado, escolha um vinho tinto de textura aveludada e taninos macios, que tenha características frutadas e de especiarias para harmonizar com a pimenta-do-reino e os outros temperos da carne de panela. A sugestão é Trapecista Reserva Pinot Noir, elegante, equilibrado e com taninos macios.

8. Macarrão com molho pesto

A base do molho pesto é o manjericão, aromático e refrescante, mas também há a untuosidade tanto do azeite de oliva extravirgem quanto do Pinoli (ou nozes). Teste com vinho branco espanhol, como o Viña Otano Viura Branco. Deliciosamente refrescante, apresenta sabores frutados e ótima acidez.

Gostou das nossas dicas de harmonização entre vinho e comida? Confira nossas sugestões para combinar Queijos e Vinhos aqui!

Compartilhe este post!

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp

Confira mais em

Vinhos para a Páscoa

Páscoa e vinho têm tudo a ver. Confira dicas de 6 vinhos para harmonizar com o cardápio da festividade!

Vinho e Pizza

O dia 10 de julho vai, literalmente, acabar em pizza (mas com vinho)!