Vinhos Díaz Bayo

A família Díaz Bayo elabora vinhos de grande destaque na Ribera del Duero, uma das principais denominações da Espanha.

A tradição vitivinícola de Fuentelcésped, um município da província de Burgos, na região de Castilla y León, no Noroeste da Espanha, é secular. Ali, na denominação Ribera del Duero, a mesma família dedica-se, há quatro gerações, ao cultivo da vinha e à produção de vinhos Díaz Bayo.

A filosofia de trabalho da Díaz Bayo é focada no terroir: o vinho deve ser reflexo do tempo, do clima, do solo e da variedade de uva Tempranillo. A proposta é criar exemplares únicos à base de vinhedos de grande qualidade, com o auxílio de um enólogo brilhante, Isaac Fernandez Montaña, e muita paixão pelo ofício.

No vinhedo, busca-se minimizar a utilização de produtos químicos, sendo que, sempre que possível, são utilizados métodos naturais. A vindima acontece com colheita manual; para a fermentação são utilizadas apenas leveduras naturais.

Os vinhedos estão situados entre 800 e 920 metros de altitude, sobre um solo essencialmente calcário, o que fica visível na mineralidade dos vinhos. O clima é extremo, sendo que os termômetros chegam facilmente aos 40 graus no verão e atingem temperaturas negativas (até – 20º C) no inverno.

Aproximadamente, 70% dos vinhedos foram plantados entre 1995 e 1999, porém há 30% de vinhas velhas, incluindo pequenas parcelas pré-filoxera (sendo que as mais antigas datam de 1865).

Para degustar

Díaz Bayo 20 Meses

Os vinhedos de Tempranillo são El Mirón, El Gallo e Las Fuentes Viejas, que possuem vinhas de, em média, 70 anos e estão a 900 metros de altitude, em solo argilo-calcário. O vinho amadurece 20 meses em barricas de carvalho francês mais 18 meses em garrafa antes da comercialização. Potente, saboroso e carnudo. Muito amplo e agradável. As frutas maduras se sobrepõem aos aromas da madeira.

Díaz Bayo 15 Meses

As uvas Tempranillo provêm dos vinhedos Los Anarinos, El Hoyo e El Rubiel, que têm idade média de 25 anos e estão em uma altura de 850 metros, em solo argilo-calcário. Amadurece durante 15 meses em barricas de carvalho americano e francês e estagia mais 12 meses em garrafa antes da comercialização. Saboroso, complexo e muito agradável. Possui boa acidez, que aporta frescura e elegância.

Díaz Bayo 8 Meses

El Monte, Valdebrero e La Viñota são os nomes dos vinhedos de Tempranillo de, em média, 20 anos de idade, localizados a 910 metros de altitude. Amadurece 8 meses em barricas de carvalho francês e americano seguido de 6 meses em garrafa antes da comercialização. Apresenta aromas intensos de frutas vermelhas escuras com notas de ervas e um sutil tostado.

Para conhecer mais sobre a Ribera del Duero, leia aqui.

Compartilhe este post!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Confira mais em

Vinhos varietais e de corte?

Continuando nossa “tradução” do vocabulário do mundo dos vinhos, o significado dos rótulos varietais ou de corte numa explicação descomplicada.

Como se faz vinhos rosés?

Frescos e elegantes, os vinhos rosés têm roubado a cena já há algum tempo e são preferência dos Millenials.

Vinhos da Rioja

Conheça os vinhos da região da Rioja, a principal denominação da Espanha.

Brandy Osborne

Elaborado a partir de vinho produzidos com as melhores uvas de Jerez e envelhecido pelo sistema de solera, em barris de carvalho.