Vinhos para as Ceias de Fim de Ano

Chester, tender, leitão, pernil de porco ou peixe e frutos do mar? Seja qual for o cardápio, a gente ajuda com os vinhos!

Vinho à mesa é unanimidade nas festas de fim de ano, independente do cardápio de preferência de cada família. Mas você sabe qual o estilo (espumante, branco ou tinto) que combina melhor com o chester, o tender, o leitão, o pernil de porco ou o peixe e frutos do mar? Para ajudar nesta deliciosa tarefa, selecionamos alguns vinhos para as Ceias de Fim de Ano. Confira e bom apetite!

Aperitivos: espumantes

Queijinhos, embutidos, azeitonas, amendoins ou frutas secas. Terá isso na sua mesa de aperitivos? A sugestão é um espumante, que pode ser consumido com ou sem as guloseimas. A gente tem dois para indicar: o Messias Bairrada Brut Milésime sequinho, equilibrado, com ótima acidez para acompanhar os petiscos, ou o 3B Filipa Pato, rosé seco, frutadinho e muito saboroso. Vai bem tanto com os aperitivos como pode acompanhar o Leitão, já que sua característica mais marcante é a deliciosa acidez que o torna muito versátil.

Chester: branco ou rosé

Carne branquinha e tenra, o Chester geralmente vem acompanhado de farofa e recheio e sua característica mais marcante é o tempero: para ficar realmente saboroso há de se caprichar nas especiarias. A dica então é um vinho branco como o Alambrado Viognier, com destacados aromas de baunilha.  Se optar por um rosé, a dica é o Finca Beltran Duo Malbec e Syrah Rosé, delicado, fresco e saboroso.

Tender: tinto

O Tender geralmente é servido com uma mistura de doce e ácido: abacaxi com cerejas, mel e especiarias e por aí vai, depende da preferência. O ideal para harmonizar é um vinho italiano com taninos mais adocicados como os do sul da Itália. Temos duas dicas, ambos elaborados com a maravilhosa uva Primitivo: Lucarelli Primitivo Puglia IGP e o Due Mari Primitivo Puglia IGT.

Leitão: espumante ou tinto

Esse é um prato da culinária portuguesa muito apreciado aqui no Brasil. Já dissemos acima que pode ser escoltado por um espumante, já que a acidez da bebida ajuda a limpar a gordura do palato e os taninos da uva contribuem para equilibrar o sabor da carne. Mas se você quer um tinto experimente com o Château Laubès Elevé em Fûts de Chêne, francês de Bordeaux, que deve ser decantado por 30 minutos antes de ser servido.

Pernil de porco: tinto

É um prato trabalhoso de preparar, mas para quem gosta é o ápice das festas de fim de ano. Para escoltar essa carne indica-se um vinho tinto mais estruturado, com boa acidez e taninos presentes, porém finos. A dica é o argentino Alambrado Cabernet Sauvignon, equilibrado e persistente.

Peixes e frutos do mar: espumante ou branco

Como geralmente o jantar acontece mais tarde nessa época, é comum optar por peixes ou frutos do mar por serem mais leves, elaborados de maneira mais suave, grelhados ou ao vapor. Para acompanhar, duas sugestões: o espanhol Cava Don Román Brut, fresco e saboroso, ou o Bourgogne Hautes Côtes de Nuits, excelente branco da Borgonha, recém-lançado no Brasil pela Grande Adega!

Temperatura dos vinhos

Atenção: os tintos devem estar em uma temperatura entre 16 e 18º C, então o ideal é deixar uma meia hora na geladeira antes de servir. Já os espumantes, brancos e rosés devem estar geladinhos, entre 8 e 12º C. Não tem termômetro de vinho? Não tem problema: em um recipiente coloque gelo, água gelada e a garrafa do vinho. Quando o “pescoço” da garrafa estiver bem geladinho a bebida também estará.

Compartilhe este post!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Confira mais em

Vinho e Pizza

O dia 10 de julho vai, literalmente, acabar em pizza (mas com vinho)!